segunda-feira, 13 de fevereiro de 2017

Ciência e religião

Dei uma entrevista ao Observador sobre este tema, em paralelo com uma do padre jesuíta que dirige o Observatório do Vaticano: ler aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.