quarta-feira, 23 de novembro de 2016

NOVIDADES DA GRADIVA EM NOVEMBRO

Informação recebida da Gradiva:
Philip E. Tetlock e Dan Gardner
Superprevisões
A Arte e a Ciência da Previsão 

As vantagens de antever o futuro, seja na economia, na política ou na vida pessoal, são evidentes. Mas é muito difícil fazê-lo. Alguns conseguem prever melhor do que outros. Porquê? Pode esse ta­lento ser ensinado? Este livro revolucionário, mas acessível, mostra-nos o que podemos aprender com os «superprevisores». Tem histórias de sucessos e falhanços. Baseia-se em anos de investiga­ção. É já uma obra de referência sobre a ciência e a arte da previsão. 

«Ciência Aberta», n.º 218, 448 pp., €16,50
http://www.gradiva.pt/?q=C/BOOKSSHOW/8978

Joaquim Silva Pinto
Vale a Pena Não Ter Medo
Personagens de Quase Ficção

O estilo directo e acutilante mantém-se, mas o autor apresenta-se aqui mais solto, enveredando pela quase ficção. Personagens imaginárias que lembram pessoas reais. Um misto de imaginação e lembrança que, por certo, despertará no leitor as suas próprias memórias. Sucedem-se um india­no ardiloso, a política portuguesa nos anos 60, a devoção mariana, uma castiça tertúlia andaluza, o dia dos mortos da cultura mexicana e reflexões sobre passado, presente e futuro do nosso País. Ambientes e factos descritos com destreza, e sentido de humor, numa escrita que entusiasma.
“Estava seguro de que Parker aceitaria esta análise. Contudo, seria preferível que na visita se não fizesse acompanhar pela agnóstica cristã. Essa ruiva de sangue irlandês e catalão, contrariamente a uma mulher indiana, fa­lava alto, traçava a perna com excessiva desenvoltura, opinava por tudo e por nada. Uma vez mais o irritaria retorquindo, pre­visivelmente, que a artificial solução política terminaria negativa para os seus mentores, quando o povo se apercebesse, pe­los resultados, de que fora iludido. Ocorreria então o efeito pendular dos persuadidos.
A rapariga era politóloga, com mestrado em Psicologia Social e doutoramento em preparação no campo da Sociologia. Não podia ser pior. Mas, se tivesse de a ouvir, Mr. M. limitar‑se‑ia a encolher os ombros. A acontecer esse cenário, os promotores saberiam sair a tempo. Citava com frequência um antigo ditado hindu, eventualmente adaptado ao seu estilo e conveniência: No permanente combate acérrimo da selva misteriosa, os tigres ganham asas.”

«Fora de Colecção», n.º 480, 136 pp., €11,00
http://www.gradiva.pt/?q=C/BOOKSSHOW/8947

Umberto Eco
Baudolino
Uma viagem fascinante que leva o leitor a 1204, a uma Constantinopla saqueada e incendia­da pelos cavaleiros da quarta cruzada. Entre o caos e a carnificina, destaca-se Baudolino. Ain­da menino, o seu caminho cruza-se com o do imperador Frederico Barbarroxa, que o adopta e o envia para a universidade em Paris. Aí, faz amigos destemidos e aventureiros como ele, com quem parte em busca do reino do Preste João. História e ficção cruzam-se num relato intenso de aventuras. Umberto Eco no seu melhor.

«Fora de Colecção», n.º 483, 536 pp., €19,90
http://www.gradiva.pt/?q=C/BOOKSSHOW/8979

António Barreto, João Salgueiro, Luís Aires de Barros, Luís Valença Pinto, Manuel Braga da Cruz e Vasco Rocha Vieira (coords.)
O 25 de Novembro e a Democratização Portuguesa
O 25 de Novembro de 1975 continua a alimentar controvérsias e a revelar tabus e receios. Este livro reúne contribuições diversas, e é essencial para compreender a história deste acontecimento que foi indispensável para a consolidação da democracia. Um instrumento único, amplo, de cariz multidisciplinar. Pertinente e informativo.

«Fora de Colecção», n.º 484, 304 pp., €14,00
http://www.gradiva.pt/?q=C/BOOKSSHOW/8980

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.