quinta-feira, 17 de novembro de 2016

AS PLANTAS NA OBRA POÉTICA DE CAMÕES



As plantas na obra poética de Camões” é o título da palestra que Jorge Paiva, Biólogo e Investigador no Centro de Ecologia Funcional da Universidade de Coimbra, vai proferir no ciclo “Ciência às Seis”. Será no próximo dia 22 de Novembro, pelas 18h00, no Rómulo Centro Ciência Viva da Universidade de Coimbra.



Resumo:

“A obra de Camões, quer a épica quer a lírica, está repleta de referências a plantas. Na época camoniana, as plantas mais conhecidas e citadas na literatura, não eram tanto as plantas comestíveis ou ornamentais, mas mais as plantas medicinais. Nesta palestra abordaremos algumas das plantas mais invulgares referidas nos Lusíadas e praticamente todas as citadas na Lírica. Aliás, é nos Lusíadas que o poeta mais plantas menciona (cerca de cinco dezenas), na maioria asiáticas e aromáticas. Na Lírica refere muito menos espécies de plantas (cerca de três dezenas e meia), maioritariamente, europeias campestres e ornamentais.”

Entrada livre
Público em geral

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.