quinta-feira, 16 de junho de 2016

Por uma "cultura de segurança"


O livro Managing Maintenance Error: A Practical Guide não é recente (é de 2003), mas só agora o li. Se aqui o refiro é porque o considero uma mais valia para quem se preocupa com o erro e com a sua possibilidade no campo profissional.

Nele James Reason, autor de referência no estudo do erro humano, e Alan Hobbs, investigador consagrado na área da segurança de sistemas, tratam o tema no âmbito do desempenho de profissionais que têm grandes responsabilidades na operação de sistemas complexos.

Enquadrados na área disciplinar designada por ergonomia cognitiva, retomam de trabalhos anteriores, sobretudo de Reason, o esclarecimento da noção de erro, bem como diversas categorizações dos erros e condições que os provocam. Avançam também explicações e estratégias fundamentais acerca da prevenção, detecção, superação e recuperação de erros mas vão muito além disso.

Exploram sobretudo a associação do erro à condição humana e, em função disso, detêm-se nos aspectos psicológicos subjacentes aos processos de decisão. Detêm-se também na formação dos profissionais e no que se designa por "cultura de segurança" nos locais de trabalho.

A título ilustrativo, apresentam a análise de casos de erros que provocaram acidentes de grande monta com o intento de que o seu conhecimento impeça que se repitam. Mas fazem-no com a consciência de que outros espreitarão.

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.