segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

DORMIR NU, COMER POUCO E NÃO TER SEXO


A minha crónica mais recente na Notícias Magazine, sobre o delírio que é por vezes a representação da ciência nos media, como um conjunto de curiosidades avulsas, delirantes, em que tudo é possível. 

As ligações para todas as notícias que menciono no texto:

Quer viver até aos 150 anos? Então o sexo tem de acabar (Visão)

Meet the doctor who is convinced he will live to 150 (Telegraph)

Beber cerveja aumenta a líbido (SIC Notícias)

Dormir nu pode reduzir risco de diabetes e ainda queimar calorias (Visão)

Homens com testículos pequenos são pais mais protetores (Correio da Manhã)

Cientistas argentinos dizem que o tango faz bem ao coração (BBC Brasil)

Cientista estima que 24 de Janeiro é o dia mais deprimente do ano (Público)

4 comentários:

  1. No entanto, confirmar-se-á: o dia 24 de janeiro será o dia mais deprimente do ano!

    ResponderEliminar
  2. Por outro lado, está completamente comprovado que quem beber uma garrafa de vinho (0,75 l) ao almoço e outra ao jantar chega, pelo menos aos 100 anos de idade.
    Joana Valente

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não sei se chegará aos 100 anos de idade, mas chegará sempre mais feliz aonde quer que chegue.

      Eliminar
  3. Concordo consigo, João. Mas, o estudo em que me baseei diz que é preciso beber pelo menos durante 1200 meses.

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.