terça-feira, 8 de setembro de 2015

PORTUGAL NA CAUDA DA EUROPA


A mim aborrece-me estar na cauda da Europa, posição para onde o governo nos gosta de remeter. Agora foi o ministro Nuno Crato que, incompreensivelmente, adiou ainda mais o regresso às aulas. É precisamente o contrário da sua anunciada política de exigência: os alunos têm menos aulas e necessariamente aprendem menos.

Num estudo da Eurydice recentemente divulgado (DN 2/9/2015) entre 35 países europeus, Portugal é o penúltimo a começar as aulas. Depois de nós só Malta. Os mais desenvolvidos? Dinamarca, Holanda e Suíça? Começam logo em Agosto, claro.

3 comentários:

  1. Curiosamente não somos dos que têm menos tempo de aulas. Noutros países é frequente haver férias escolares a meio dos períodos, um momento natural de pausa para professores e consolidação dos conhecimentos adquiridos por parte dos alunos. Por cá, começa-se tarde e recupera-se o tempo perdido à pressa.

    ResponderEliminar
  2. Não exageremos... com o nosso clima também não podíamos começar mais cedo. Quem aguenta os alunos nas aulas nos dias de grande calor?

    ResponderEliminar
  3. Há algum estudo convincente que demonstre que começar mais cedo leva a maior aprendizagem? Primeiro, o nosso clima é diferente. Nos países que começam o ano escolar mais cedo há depois férias mais longas do que as nossas para aproveitar os desportos de inverno. Segundo, nem toda a aprendizagem deve ser escolar. Os verões longos, no nosso clima, dão oportunidade a jovens para crescer e aprender também fora do contexto escolar, o que é importante. Há certos ataques que são completamente desnecessários...

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.