sábado, 12 de setembro de 2015

Classica Digitalia: 3 novas publicações

Informação chegada ao De Rerum Natura.

Os Classica Digitalia têm o gosto de anunciar 3 novas publicações, com chancela editorial da Imprensa da Universidade de Coimbra e da Annablume (São Paulo).

Todos os volumes dos Classica Digitalia são editados em formato tradicional de papel e também na biblioteca digital. O eBook correspondente (cujo identificador digital é dado nesta mensagem) encontra-se disponível em acesso livre.

NOVIDADES EDITORIAIS

Série “Humanitas Supplementum” [Estudos]

- Ana Iriarte & Luísa de Nazaré Ferreira (coords.), Idades e género na literatura e na arte da Grécia antiga (Coimbra e São Paulo, Imprensa da Universidade de Coimbra e Annablume, 2015). 215 p. DOI: http://dx.doi.org/10.14195/978-989-26-1017-7 - PVP: 28 €

[Este volume apresenta reflexões sobre as ideias de idade e género na Grécia antiga. Reúne sete estudos de investigadores espanhóis, portugueses e argentinos, que se baseiam em diferentes fontes: literárias, iconográficas, epigráficas e sociais. Os trabalhos não se centram no cidadão, isto é, no varão adulto, no cidadão de acordo com a definição aristotélica, mas nas crianças, nos anciãos, nas donzelas. Explora-se inclusive o campo da prostituição masculina. Trata-se de um estudo que, com base na abundante bibliografia publicada nos últimos anos sobre estes aspectos, apresenta uma reflexão de conjunto sobre as margens da cidadania vista sob os parâmetros de género e idade.]

Série “Manuais de Ensino” [Estudos]

- José Luís Brandão & Francisco de Oliveira (coords.), História da Roma Antiga I: das origens à morte de César (Coimbra, Imprensa da Universidade de Coimbra, 2015). [Série “Ensino”] 486 p. DOI: http://dx.doi.org/10.14195/978-989-26-0954-6_9 - PVP: 16 €

[Este volume apresenta um conjunto articulado de contributos sobre a história de Roma, desde as suas origens lendárias até à morte de César, em 44 a.C. Inclui, além das culturas, povos e línguas da Itáliaprimitiva e das lendas da fundação, elementos sobre o período da monarquia e vicissitudes da transição da República, com o conflito de ordens que a historiografia antiga reporta a essa época. Analisa depois as fases da expansão do poder romano através da Itália e do Mediterrâneo e suas consequências (sociais, políticas, económicas, culturais). Os últimos capítulos desenvolvem os conflitos do final da República respeitantes à posse da terra, ao recrutamento militar, aos direitos de cidadania, ao controlo dos tribunais, bem como às sucessivas propostas reformistas, a culminar nos comandos militares extraordinários e na formação do impropriamente chamado 1º triunvirato, "o monstro de três cabeças" que haveria de conduzir à guerra civil.]

Série “Mito e (Re)escrita” [Estudos]

- Maria de Fátima Silva & Maria das Graças de Moraes Augusto (coords.), A recepção dos Clássicos em Portugal e no Brasil (Coimbra, Imprensa da Universidade de Coimbra, 2015). [Série “Ensino”] 306 p. DOI: http://dx.doi.org/10.14195/978-989-26-1043-6 - PVP: 25 €

[Este livro reúne um conjunto de estudos sobre a recepção de temas e modelos greco-latinos na literatura e cultura de Portugal e Brasil. A sua originalidade resulta da participação de diferentes culturas e das especialidades académicas diversas dos investigadores que nele participam, provenientes da Literatura, da Filosofia e da História Antiga. O lapso de tempo abrangido, que vai do séc. XVI ao XX, permite uma visão de conjunto da evolução operada no perfil cultural de ambos os países e na definição de um trajecto em boa parte comum.]

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.