terça-feira, 18 de agosto de 2015

"Precisamos aprender a admirar a excelência, a desejá-la"


"Na Universidade de Coimbra, em Portugal, onde tantos brasileiros que lá estudaram e fizeram sua formação ajudando a criar uma ideia, uma noção de Brasil, que não existia, segundo o grande historiador brasileiro José Murilo de Carvalho, a nota máxima, ainda hoje, é 20. Murilo de Carvalho diz que a sensação de brasilidade era inexistente até que os brasileiros estudantes em Coimbra passaram a pensar em uma ideia de unidade política para o Brasil. Na Universidade de Coimbra está antes de tudo o amor ao conhecimento. Precisamos aprender a admirar a excelência, a desejá-la."
Adriana Calcanhotto 
in jornal O Globo de 28 de Junho de 2015

Adriana Calcanhotto esteve neste ano na Universidade de Coimbra, na abertura da XVII Semana Cultural. Terá levado daqui a imagem que acima dá daquilo que se faz e se ensina nesta Escola e a que recorreu num artigo de opinião onde toma posição sobre certas opções que, no seu país, considera erradas em matéria de cultura.

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.