quarta-feira, 1 de abril de 2015

PEDRO PAIXÃO SOBRE A LUZ


Recebi de um estimado leitor este excerto do escritor Pedro Paixão sobre a luz:

“A luz é o que, sem se ver, faz ver e não se pode agarrar com os dedos de todas as mãos. Há aqui um admirável ensinamento. Nada é comparável à luz, que não sendo uma coisa, nos mostra o aspecto de todas as coisas, as coisas de todas as cores e as cores de todas as coisas. A luz abre-nos o mundo que a escuridão encerra, um presente tão imenso que não sabemos retribuir, um presente de tal modo violento que está só no passar…"

                                                           Pedro Paixão,  p, 213 do cap VI - O mundo é tudo o acontece, do livro com o mesmo título de 2008, da editora Quetzal. 

1 comentário:

  1. E a escuridão? A sombra? São o quê? O que são? Não fora a luz, existem sequer como algo sensível que não tem consistência física, material? São fantasmas?

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.