quinta-feira, 23 de abril de 2015

"EGO" EM COIMBRA E AVEIRO


Informação recebida da marionet:

Últimas duas apresentações de EGO em Coimbra

No próximo fim de semana, o público de Coimbra terá as duas últimas oportunidades para assistir a EGO, de Carl Djerassi, em cena no Teatro da Cerca de São Bernardo. A peça será apresentada no sábado, 25 de Abril, às 21h30 e no domingo, 26, às 16h.

Nesta peça o escritor e cientista norte-americano não esconde a sua admiração por Fernando Pessoa e a sua extraordinária criação heteronímica ao torná-los motivação central para o suicídio forjado de uma das personagens. Stephen Marx, escritor de sucesso, anseia por saber se a sua obra ficará na história da literatura, o que o leva a planear a própria morte com o intuito de renascer como um seu heterónimo. Mas a sua futura viúva, uma verdadeira força da natureza, constitui uma oposição que não será fácil ultrapassar. Entre os dois está um psicanalista, que vê a sua ética profissional permanentemente ameaçada e que no final não voltará a ser o mesmo.

EGO é uma apetitosa comédia polvilhada de um humor subtil e recheada de referências literárias, culinárias e freudianas. 

Logo após o espectáculo de domingo, 26 de Abril, cerca das 18h, acontecerá uma conversa em torno da obra dramática de Carl Djerassi, com particular ênfase nas peças que teve traduzidas e representadas em Portugal. Teremos como convidados especiais o actor e encenador Júlio Cardoso, director da Seiva Trupe, e o químico e professor universitário Manuel João Monte, que encenaram e traduziram, respectivamente, duas peças do escritor norte-americano que foram produzidas por aquela companhia portuense. Manuel João Monte foi também o padrinho do Doutoramento Honoris Causa que Djerassi recebeu da Universidade do Porto em 2001.

EGO em Aveiro, nos dias 1 e 2 de Maio


EGO será apresentada em Aveiro nos próximos dias 1 e 2 de Maio, sexta e sábado, às 21h30, no Estaleiro Teatral. Será a primeira vez que uma obra dramática de Carl Djerassi será representada nesta cidade portuguesa.

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.