quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Seminário “Dia da Internet Mais Segura 2015: Juntos vamos criar uma Internet melhor!”




Comemora-se no dia 10 de Fevereiro de 2015 o Dia da Internet mais Segura, evento organizado pela REDE INSAFE (rede de cooperação dos projectos que promovem a sensibilização para uma utilização mais segura da Internet pelas pessoas) e em Portugal pelo Centro Internet Segura, coordenado pela FCT- Fundação Para a Ciência e Tecnologia e que envolve a Direcção Geral da Educação (DGE), o Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ) e a Microsoft Portugal.

A Direção-Geral da Educação (DGE), em parceria com Centro de Competência TIC Softciências, no âmbito do projeto SeguraNet, irá realizar o Seminário “Dia da Internet Mais Segura 2015: Juntos vamos criar uma Internet melhor!”, na Escola Básica e Secundária Quinta das Flores/Conservatório de Música de Coimbra, no dia 10 de fevereiro de 2015, das 10h00 às 17h00.

A participação no seminário é gratuita para toda a comunidade mas sujeita a inscrição. As inscrições encontram-se abertas, devendo os interessados preencher o formulário. Se não for professor coloque um "x" no campo Grupo Disciplinar.

Destaca-se a presença de:

             Secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário, Dr. Fernando Egídio Reis
             Project Coordinator in the Science Education team at European Schoolnet, Maité Debry
             Inspetor-chefe da Brigada de Investigação de Pornografia Infantil da Polícia Judiciária, Dr. Jorge Duque
             Coordenador do gabinete do Ministério Público no combate à cibercriminalidade, Dr. Pedro Verdelho
             Diretor de Serviços do Ministério da Defesa Nacional, Tenente-coronel César Reis

Esperamos que aceite o nosso convite para participar nestas celebrações, contribuindo para o seu sucesso e para uma navegação cada vez mais segura na Internet.

Consulte o programa do seminário. Mais informações em: www.seguranet.pt



1 comentário:

  1. Este é o modelo de iniciativa aguardado a tornar a Internet mais segura, logo trata-se de adaptar a ferramenta de trabalho, veículo de comunicação, informação, recurso a pesquisa em diferentes sociedades e culturas onde a terminologia funcional desde sempre neste patamar tecnológico, utilizá-se o termo a circunstância, comparando-a 'navegar'.

    Muitos diriam em ter o óbvio (assistência segura) enquanto projeto iniciado a Microsoft a décadas, mas quando ser óbvio também, implica a consistência natural, não prejudicial a riscos desnecessários.

    Então, 'navegar' na net tornou-se atrativa experiência com diversidade de usuários e, eis que: conhecer novos horizontes tornara avançar o novo conceito que adequava (incluía) está diversa possibilidade e aprendizado a categoria de interesse entre tantos o exploratorio.

    Bem, estou para a parte em que participe e desenvolva a segurança necessária aos usuários da Web, porque a medida em que utiliza-se, conhece-se neste novo conceito, o propósito a estupenda invenção que permite de facto avançar e, nem só.

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.