quinta-feira, 20 de novembro de 2014

“O início da cirurgia no mundo e em Portugal”


No dia 21 de Novembro de 2014 pelas 18:00 horas no auditório do Exploratório CCV de Coimbra,

“O início da cirurgia no mundo e em Portugal”

Carlos Fiolhais (Professor Catedrático da FCTUC)

Resumo:

No ano de 2014 passam exatamente cinco séculos após o nascimento do médico belga André Vesálio (Bruxelas 1514 – Zakynthos 1564), figura maior do Renascimento por ser considerado o pai da medicina moderna. De facto, Vesálio pode ser visto não apenas como o pai da medicina, mas também da cirurgia, uma vez que a Medicina se afirmou como ciência através do corte e observação de cadáveres humanos. Com efeito, foi o exame direto e cuidadoso da anatomia humana que permitiu, no século XVI, colocar em causa ensinamentos transmitidos por autores clássicos greco-latinos, como Hipócrates e Galeno e os árabes, como Averróis e Avicena, que, na Idade  Média, proporcionaram uma proveitosa ponte com a Antiguidade.
Contudo, um contemporâneo de Vesálio, o francês Ambroise Paré (Laval 1510 – Paris 1590) rivaliza com ele na paternidade da cirurgia. Paré pertenceu não à classe privilegiada dos médicos letrados que nas universidades liam os textos antigos, mas sim à dos barbeiros que nas universidades eram ajudantes na episódica dissecação de cadáveres ou na vida prática executavam sangrias cujos benefícios eram mais supostos do que reais. Será passada em revista a ação pioneira de Vesálio e Paré e a sua recepção em Portugal, designadamente na Universidade de Coimbra.

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.