sexta-feira, 14 de novembro de 2014

“Diálogos com Deus em fundo”







No próximo dia 18 de Novembro de 2014, pelas 21:00h, no RÓMULO - Centro Ciência Viva da Universidade de Coimbra, no Departamento de Física da FCTUC, piso 0, apresentação do livro "Diálogos com Deus em Fundo", de António Marujo.




SINOPSE DA OBRA: Há um problema velho de décadas no catolicismo português: a quase ausência de uma reflexão pertinente sobre a sociedade, a experiência cristã e a própria questão de Deus. O «estatuto de clandestinidade» a que o pensamento religioso, bíblico e teológico é tantas vezes actualmente remetido contraria, no entanto, o que se passou ao longo da História: Santo António de Lisboa, Pedro Hispano, Isaac Abravanel, António Vieira, Guerra Junqueiro, Teixeira de Pascoaes, Agostinho da Silva ou Manuel Antunes são alguns dos nomes grandes que reflectiram a condição humana a partir da interrogação religiosa. Ou que se interrogaram religiosamente a partir da condição humana.

Por isso, o presente conjunto de entrevistas pretende dar expressão de cidadania à teologia, à reflexão sobre Deus, ao debate sobre a vida a partir da experiência crente (ou sobre a reflexão dos não-crentes acerca da dimensão religiosa). O debate cultural não pode continuar a remeter para a clandestinidade essas vozes que, pela sua diferença, podem ser um contributo fundamental também para a definição das escolhas sociais. Pelo contrário: religiões e cultura têm de se abrir mutuamente, para permitir que a condição humana seja mais dignamente vivida por todas as pessoas. É para essa verdade cuja essência é a liberdade que este livro pretende contribuir, dando voz a estas vozes.

Alguns dos entrevistados: Anselmo Borges, fr. Bento Domingues, Isabel Allegro de Magalhães, D. Januário Torgal Ferreira, João Resina, Joaquim Carreira das Neves, José Mattoso, José Tolentino Mendonça, Luís Archer, D. Manuel Clemente, Maria de Lourdes Pintasilgo Mário Soares, Peter Stilwell...

A sessão é aberta ao público em geral e em especial aos curiosos que, no final da sessão, poderão conversar e fazer perguntas ao autor. O autor será apresentado por Carlos Fiolhais, Director do Centro.

Para mais informações: ccvromulocarvalho@gmail.com

1 comentário:

  1. Mas há lugar para a ideia de uma divindade criadora num centro Ciência Viva? Pelo que parece, há quem julgue que sim, mas tenho que discordar.

    A própria Ciência, pela sua Natureza, é diametralmente oposta à religião, que nada mais é que "superstição organizada". Onde vingam os valores do racionalismo e do pensamento crítico, onde o dogma e reconhecimento da autoridade são abjurados e onde a evidência se sobrepõem à crença, não há lugar para a ideia de Deus.

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.