quinta-feira, 27 de novembro de 2014

DEUS NA ERA DA CIÊNCIA



(clicar para ver melhor)

3 comentários:

  1. Para lá de cépticos são gnósticos, confessem ?

    ResponderEliminar
  2. Irei estar presente na apresentação do livro, no Chiado, em Lisboa. Não para comprar o livro, mas para denunciar algumas mistificações com que AB nos vem brindando quer nos seus livros quer nos seus artigos - aliás normalmente muito bem redigidos - no dn-opinião, aos sábados. É que:
    1 - O Deus das religiões é, ontologicamente falando, impossível, ao definir-se Infinito e Eterno. (Vejam-se os vários textos sobre o assunto publicados no meu blog "Em nome da Ciência")
    2 - Todos os deuses até agora apresentados pelos mentores religiosos, desde os politeístas aos monoteístas (o sanguinário e caprichoso Javé dos Judeus, o simpático Pai de JC, mas que o mandou executar o seu suposto Filho na cruz, o quezilento Alá de Maomé) foram inventados e são manifestamente antropomórficos, i.é., feitos à imagem e semelhança do Homem, não merecendo, por isso, qualquer credibilidade científica, ficando-se no plano da Fé.
    3 - A pergunta "Deus tem futuro?" é susceptível de duas respostas: a) o deus das religiões desaparecerá logo que a Ciência e o Conhecimento científico e crítico chegue a toda a humanidade; b) o de Espinoza, abraçado por Einstein, perdurará para sempre, porque é o único que é Infinito e Eterno: "Acredito no Deus de Espinoza que se revela por si mesmo na HARMONIA de tudo o que existe, e não no Deus que se interessa pela sorte e pelas acções dos Homens." (Einstein).
    Este é o Deus que é O TUDO ONDE TUDO SE INTEGRA, o visível e o não visível, tudo fazendo parte dele como partículas, os seres vivos também, logicamente, aparecendo num dado momento do tempo, num dado lugar, e desaparecendo logo a seguir, integrando-se no TUDO universal, em átomos e moléculas que irão fazer parte de outros seres, sempre num eterno retorno do mesmo ao mesmo através do diverso. Bonito, não é? E é esta a realidade que nos será possível no nosso desejo de eternidade: eternos no TUDO que é Deus!

    ResponderEliminar
  3. acho q nao tem futuro . sem homens nao ha Deus e a ciencia moderna nao tarda da cabo de todos. aqui na Terra , of course.



    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.