quarta-feira, 27 de agosto de 2014

AUDIÊNCIA PÓSTUMA


Num processo de avaliação conduzido com lisura os erros óbvios emendam-se imediatamente. E os erros menos óbvios emendam-se o mais depressa possível. A FCT remeteu para uma audiência "prévia" a  correcção de erros. Mas a actual direcção da FCT é cega, surda e muda:  não vê, não ouve e não fala. E, portanto, nada emenda. 

A "audiência prévia", na qual alguns cientistas ainda depositavam esperança, parece que afinal é uma audiência póstuma: os resultados da audiência prévia à 1.ª fase só serão conhecidos em  Novembro depois de os painéis (presumivelmente os mesmos, serão os mesmos?) reunirem para discutir os resultados da 2.ª fase. Entretanto, os Centros condenados na 1.ª fase (cerca de 50% do total) devem ser todos considerados mortos. 

Quer dizer a FCT está a avançar com a 2.ª fase sem a 1.ª fase estar devidamente concluída: uma verdadeira confusão metodológica, para não dizer outra coisa. Pelo menos é a informação que está na página da FCT, numa actualização feita a 8 de Agosto  (a FCT é useira e vezeira em anunciar alterações a meio do "jogo", em vez de publicar regulamentos com a devida antecedência e respeitá-los). Quem não acredite veja em::

"As classificações finais para as unidades que não foram propostas para passar à segunda fase serão conhecidos após a reunião presencial dos painéis de avaliação, agendada para final de novembro de 2014. Na mesma data será divulgada a proposta de classificação para as unidades que passaram à segunda fase e que foram objeto de visita."

A falta de lisura está à vista. E é por questões como esta que a actual "avaliação" da FCT de avaliação só tem o nome. Não se trata de avaliação, como chamei a atenção logo ao início.  É simplesmente um processo sumário de execução.

4 comentários:

  1. Sou de opinião que se devia pedir uma providência cautelar para suspender a realização da segunda fase deste processo de "avaliação" enquanto não se resolverem os erros da primeira fase.

    ResponderEliminar
  2. Não sei onde se lê isto "a FCT está a avançar com a 2.ª fase sem a 1.ª fase estar devidamente concluída" No site da FCT está bem explícito nas situações susceptíveis de virem a alterar a classificação inicialmente proposta, as unidades em causa podem também ser convocadas para visitas presenciais a realizar em data tão próxima quanto possível à dos períodos de visita já acordados e divulgados às unidades que passaram à segunda fase.
    Qual é a dúvida?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Realmente não há dúvida nenhuma. O presidente da FCT já disse e redisse que a avaliação foi óptima e o Dr. Coutinho confirmou que, sim senhor!, foi a melhor de todas as avaliações possíveis. A audiência prévia é assim apenas uma formalidade, um detalhe técnico, para que as unidades (pobrezinhas!) que "não alcançaram a excelência" possam verbalizar a sua "decepção". Mas não se esperam alterações, até porque a avaliação não podia mesmo ter corrido melhor. Seabra dixit. Coutinho redixit.

      Quosque tandem abutere, Seabra, patientia nostra?

      Eliminar
  3. No contrato entre a FCT e a ESF está escrito:

    “Right to answer (Second Rebuttal): Starts: 6 June 2014. Ends: 6 August 2014.
    Deliverables: (if any): Compilation of panel feedbacks following second rebuttal – 6 August 2014”.

    A FCT já devia ter divulgado o resultado do “second rebuttal”. Uma vez mais, está a omitir informação às unidades de investigação.

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.