segunda-feira, 14 de julho de 2014

Nuno Crato em entrevista ao "Expresso" admite que é só ministro da Educação


Julgávamos nós que tínhamos um ministro da Educação e Ciência mas o próprio veio agora a público admitir que poderá ser só da Educação. Perguntou-lhe o "Expresso":

 "- Não acha que ficará muito mais conhecido como ministro da Educação do que da Ciência?"

Respondeu Nuno Crato:

"É possível que sim."

Pouco disse sobre a ciência. Não disse uma única palavra a respeito das crescentes críticas ao processo da avaliação da FCT, confirmando assim que esta agência está em "roda livre". Nas curtas declarações sobre ciência sobressai o facto de defender maior ligação da ciência às empresas, na linha do que querem o primeiro-ministro e o ministro da Economia.  Poderia  ser uma ideia interessante incluir alguns indicadores económicos na avaliação, mas a FCT resolveu ignorar a ligação às empresas. A apregoada ideia de "excelência" não tem, portanto, nada a ver com esta ligação. Quando é que o ministro da Educação quererá assumir a pasta da ciência? Quando quererá ter alguma política coerente de ciência e tecnologia? O que se está a passar com a FCT ao liquidar primeiro as bolsas e agora as unidades, sem qualquer ideia de rigor e exigência, não passa de uma bambochata, que é feita com a inacreditável cobertura  do ministro.

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.