segunda-feira, 2 de junho de 2014

O TÁXI AÉREO PARA ESTRASBURGO

Muito já foi dito sobre os vencedores e os perdedores das eleições europeias. Falou-se bastante da derrota, dita histórica, da coligação que está no poder, mas não se falou tanto da derrota maior do partido menor da coligação. O PSD tinha 8 deputados e passou para 6 (menos 2, o que significa uma redução de 25%). Mas o CDS tinha 2 e passou para 1 (menos 1, uma redução de 50%). Talvez por recear que isso viesse a acontecer o CDS propôs uma desconhecida para o 8.º lugar que lhes estava atribuído.  Não terá ajudado a "irrevogável" decisão do seu líder... Dantes falava-se do partido do táxi. Hoje, se para Estrasburgo seguir um táxi aéreo, terá de ser um monolugar. O único ocupante terá de guiar a aeronave.  

2 comentários:

  1. Já o BE fez uma dieta e passou de 3 para 1. Pode ir no assento de trás (o avião que está na imagem tem dois lugares). Pena é que o Fiolhais se tenha esquecido deste facto. Por que será?

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.