terça-feira, 1 de abril de 2014

PRÉMIO UNICÓRNIO VOADOR 2013


Já são conhecidos os vencedores do Prémio Unicórnio Voador 2013, criado pela Comunidade Céptica Portuguesa, e que visam reconhecer aqueles que mais se destacaram na pseudociência no último ano, em três categorias:

Grafonola – Portugal Mundial - Um site alternativo de notícias com uma singular “aproximação quântica à informação”. A maioria dos artigos são reciclados de sites estrangeiros cuja qualidade da informação é no mínimo duvidosa e, até as histórias mais inócuas são prontamente inseridas numa narrativa conspiratória.

Estrela Cadente – A equipa das manhãs na rádio Comercial - Que deu voz à publicidade do medicamento homeopático Oscillococcinum. Um medicamento antigripal inteiramente legal à luz da lei portuguesa, mas completamente inacreditável à luz da ciência. Se um extracto de fígado e coração de pato parece ser um tratamento estranho para a gripe, ainda mais estranho se torna quando este é diluído até à não existência.

O Rei Vai Nu – A Assembleia da República Portuguesa – Que aprovou a Lei n.º 71/2013 que exige que “os profissionais das terapêuticas não convencionais não podem alegar falsamente que os atos que praticam são capazes de curar doenças, disfunções e malformações” e, ao mesmo tempo, reconhece a “autonomia técnica e deontológica no exercício profissional” de terapêuticas para as quais não existem provas científicas de qualidade que suportem uma boa parte das alegações de saúde produzidas.

Parabéns aos vencedores e votos de descontinuação do péssimo trabalho.

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.