quinta-feira, 24 de abril de 2014

CIÊNCIA POLAR PORTUGUESA

Informação do Ciência Viva sobre o lançamento do livro de José Xavier que escolhi para a colecção Ciência Aberta É já no próximo sábado, dia 26 de Abril, pelas 17h, no Pavilhão do Conhecimento, em Lisboa:

Que sons ouvimos na Antárctida? Qual a sensação de estar rodeado de milhares de pinguins? Podemos salvar o Albatroz-Gigante? Estas são algumas das questões que o biólogo marinho José Xavier aborda no seu livro Experiência Antárctica - Relatos de um Cientista Polar Português, que será lançado no próximo Sábado, 26 de Abril, às 17.00, no Pavilhão do Conhecimento.

José Xavier partilha connosco a sua experiência de nove meses nos gelos da Antárctida. Neste diário que se "lê como um livro de aventuras recheado de boa ciência", conduz-nos por paisagens deslumbrantes onde, apesar do clima inóspito, a biodiversidade surpreende. No lançamento do livro Experiência Antárctica - Relatos de um Cientista Polar, publicado pela Gradiva na colecção Ciência Aberta, o cientista português vai contar-nos alguns dos episódios que mais o marcaram e mostrar um filme das suas expedições científicas. A apresentação está a cargo de Carlos Fiolhais, do Departamento de Física da Universidade de Coimbra e actual director da Colecção Ciência Aberta da Gradiva, e de David Carlson, que foi director do programa do Ano Polar Internacional de 2007 a 2009.

José Xavier é doutorado pela Universidade de Cambridge, Reino Unido, investigador do Instituto do Mar da Universidade de Coimbra e da British Antarctic Survey, de Cambridge. Estuda o comportamento de predadores de topo - pinguins, albatrozes e focas - no Oceano Antárctico em relação às alterações climáticas, fazendo investigação na Antárctida desde 1997. É o representante de Portugal nas reuniões do Tratado da Antárctida e em vários comités da Scientific Committee for Antarctic Research (SCAR), além de fazer parte do comité executivo de vários programas científicos internacionais. Foi o mais jovem investigador a ganhar o prémio internacional Marta T. Muse pelo seu trabalho de excelência em ciência e política na Antárctida. Tem coordenado vários projectos educativos na área das ciências polares apoiados pela Ciência Viva e foi um dos vencedores da competição de ensaios sobre ciência da reputada revista New Scientist e da fundação Britânica Wellcome Trust.
 

Sem comentários:

Enviar um comentário

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.