quinta-feira, 20 de março de 2014

PARADOXOS DA CIÊNCIA

Conseguimos saber o que se passou nos primeiros nanosegundos do Big Bang, mas (ainda) não conseguimos saber onde está o avião da Malásia. O mais certo, quanto a mim, é ter havido uma avaria grave e estar no fundo do mar. Mas posso estar enganado. As buscas continuam e estou convencido que se vai saber.

3 comentários:

  1. Ora bem, senhor Professor. Eu, que nada sei da física científica, acredito na mesmíssima coisa

    ResponderEliminar
  2. Eu diria melhor, o problema é que só vêm o que querem, mesmo quando alegam sob a capa científica:
    Crer no Big Bang é uma mocada, aspirar a conhecer os primeiros nanosegundos de algo que nunca aconteceu, ultrapassa o que poderei definir por palavras... é por isso que se sabe perfeitamente onde está o avião da Malásia, com os seus 20 peritos da antiga Motorola, agora chamada Freescale, temos aqui uma operação militar para eliminar possuidores de direitos de patente de tecnologias suprimidas. Os Rothchilds ficarão com 100% destas patentes.

    http://beforeitsnews.com/events/2014/03/electronic-weaponry-hiding-malaysia-plane-24-suspects-on-board-2432744.html

    Busquem aqui links sobre a http://www.freescale.com/ :
    http://aircrap.org/project-camelot-malaysia-missing-flight-370-with-mike-harris/338890/

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.