quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

A Física da Finança

http://www.amazon.co.uk/The-Physics-Finance-Predicting-Unpredictable-ebook/dp/B00B73VMB0

Enquanto não aparece a edição portuguesa (pessoal ligado às editoras...) um grande livro de histórias sobre como os físicos se foram metendo pelas finanças e muitos casos de como os instalados da academia são o primeiro dos entraves ao progresso. A ler!

9 comentários:

  1. "livro de histórias sobre como os físicos se foram metendo pelas finanças e muitos casos de como os instalados da academia são o primeiro dos entraves ao progresso."

    Nas finanças ou na economia? Nem sequer sabe a diferença? Talvez por isso os "instalados da academia" foram entraves ao SEU progresso. Eles fizeram bem o seu trabalho e você o mote da sua existência. Devemos então concluir que a economia dos últimos anos entrou em modo "poker on-line" graças a físicos que, passando a juventude a jogar ao invés de estudaram, tiveram que procurar emprego fora da "academia"? Parece que sim, para nosso desastre colectivo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se não quiser ler... As minhas desculpas...

      Eliminar
    2. Exmº João Pires da Cruz, daqui outro anónimo dá-lhe felicitações pelo livro recomendado. Infelizmente é verdade que muito académico são os primeiros entraves ao bom progresso, até porque têm um buraco no fundo das costas e muito mais a perder. Depois temos também por aí uma tropa de cépticos que são os trolls tugas de serviço. A Universidade precisa de limpeza sim, é o que dá o Utilitarismo.

      Eliminar
    3. "é verdade que muito académico são os primeiros entraves ao bom progresso"
      "tropa de cépticos que são os trolls tugas de serviço. A Universidade precisa de limpeza sim, é o que dá o Utilitarismo."

      Cada vez que leio estes comentários em versão Português-Passos Coelho, ou os esboços de argumentação dos João Pires da Cruz - que se repetem à náusea -, sinto que a Academia só pode ser criticada por não ter feito o seu trabalho de entrave e nunca pelo oposto.

      Eliminar
  2. Deve ser bom.
    Também se podem seguir «A Física da Troika» (explicando a forma como os físicos se metem no trabalho da troika impedindo o seu grandioso sucesso), «A Matemática do Neo-Liberalismo» explicando como os matemáticos, ao se meterem nestas avançadas ideias estragaram o santo graal que aí vem, «A Biologia do Empreendedorismo» explicando como, ao meter o nariz e dando conselhos a génios novos empreendedores, os biólogos os desmotivam ferozmente. Até mesmo a «Astronomia dos Mercados» mostrando a todos como, falando que há um universo a explorar, os astrónomos desviam a atenção das agências.

    Já nada me espanta. Também há políticos a falar de Miró de chave na mão e intelectuais a dizerem que qualquer criança pinta quadros como ele. Enfim, já tudo se mistura como se da maior trivialidade se tratasse.

    Vou ler claro. Iria ler toda esta coleção para beber todo este sumo de sabedoria. Tenho a certeza que é muito interessante.

    ResponderEliminar
  3. Muito obrigado, igualmente.

    ResponderEliminar
  4. Desculpem mas não tenho outro sítio para dizer isto.

    Fui às lágrimas com o Professor Galopim! Não percam - no Sopas.

    ResponderEliminar
  5. gosto de física! meu professor o Zé Renato tinha tolerância com muitos alunos excepcionalmente com "Virgínia" que cochilava a aula contra-exemplo de "Miriam"aprendera o possível do conteúdo.

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.