quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Consórcio Luso-Chinês vai desvendar segredos do cancro do estômago

Informação recebida da Coimbra Genomics, projecto que tenho ajudado a desenvolver:

Coimbra Genomics lidera projeto com IPATIMUP para estudar genes envolvidos na doença

Cantanhede, 1 de outubro de 2013. A Coimbra Genomics S.A., uma jovem empresa dedicada ao emergente campo da genómica, acaba de anunciar o lançamento de um projeto de investigação cujo fim é a compreensão das bases genéticas do cancro do estômago. O projeto envolve o IPATIMUP, no Porto, centro de renome mundial na investigação daquela doença, e a organização chinesa BGI (antigo Beijing Genomics Institute), o maior centro de sequenciação genómica do mundo.

O projeto, com um orçamento inicial de mais de 900.000 dólares, será financiado em grande parte pelo BGI, num exemplo raro de cooperação e investimento luso-chinês nesta área. Nuno Arantes e Oliveira, co-fundador e CEO da Coimbra Genomics, salientou que se trata de "um excelente exemplo de confluência de interesses e complementaridade de recursos: a enorme capacidade técnica e financeira do BGI e o incomparável historial científico do IPATIMUP nesta área, a que se junta o ímpeto empreendedor da Coimbra Genomics para tentar resolver um problema de âmbito mundial".

Carla Oliveira, responsável pelo projeto do lado do IPATIMUP lembrou que “esta é uma nova abordagem ao estudo do cancro do estômago, em que vai ser usada estratificação molecular de doentes antes da sequenciação massiva de material genético. Este é mais um passo para explorar a medicina personalizada para aplicação em doentes com cancro do estômago.”

“O projecto representa também para o IPATIMUP uma forte aposta na ligação entre a investigação básica e a sua aplicabilidade às empresas com o objectivo de obter tratamentos mais dirigidos e de melhorar a qualidade de vida dos doentes com cancro do estômago”, reforçou André Albergaria, responsável pela Unidade de Translação daquele laboratório.

Com cerca de um milhão de novos casos por ano, o cancro gástrico é o segundo tipo de cancro que mais mortes causa em todo o mundo, sendo dificilmente diagnosticado antes de chegar às fases mais avançadas. A sua incidência é particularmente alta em países como a China, o Japão ou a Coreia, mas também na América Latina, na Europa de Leste e em Portugal. Apesar da gravidade do problema, não existem hoje tratamentos verdadeiramente eficazes para esta patologia, sendo as suas bases genéticas ainda mal compreendidas. O projeto pretende abrir novos caminhos no estudo do cancro do estômago, que conduzam a métodos de diagnóstico precoce e a abordagens terapêuticas inovadoras.

"Nestes tempos difíceis para o país, queremos dar um exemplo de cooperação estratégica internacional que nos conduza a um futuro melhor. De facto, a moderna tecnologia da genómica, com uma grande base informática, permitir-nos-á viver mais e melhor", afirmou Gonçalo Quadros , também co-fundador e membro do Conselho de Administração da Coimbra Genomics.

Sobre a Coimbra Genomics

A Coimbra Genomics S.A. foi fundada em finais de 2012 e iniciou a sua atividade em meados de 2013, dedicando-se ao desenvolvimento de sistemas de apoio à decisão clínica baseados na sequenciação do genoma.. A empresa desenvolve também estudos de genómica em áreas de particular interesse clínico, como o cancro do estômago. Entre os fundadores da Coimbra Genomics contam-se a Critical Software, o Biocant Park e vários cientistas e empreendedores individuais. Em julho de 2013 a Coimbra Genomics beneficiou de um investimento de “semente" dos operadores de capital de risco Portugal Ventures e Critical Ventures.

Sobre o IPATIMUP

O IPATIMUP (Instituto de Patologia e Imunologia Molecular da Universidade do Porto) é um instituto europeu de referência em investigação em cancro, sendo reconhecido como um “Comprehensive Cancer Centre” pela Organização Europeia de Institutos de Cancro. Através da sua investigação de ponta em oncologia, o IPATIMUP é um líder mundial em cancro gástrico e da tireóide, tendo também relevância internacional noutros tipos de cancro, como cancro da mama e colorectal. O IPATIMUP tem vindo a colaborar com a indústria farmacêutica, através de mais de 25 projectos conjuntos nos últimos anos, parcerias estas que têm vindo a ser impulsionadas pela sua Unidade de Investigação de Translação. A ênfase colocada na investigação de translação e as colaborações com várias instituições de renome mundial, conferem ao IPATIMUP uma sólida reputação de transformar investigação de excelência em boas práticas clínicas.

Sobre o BGI

O BGI foi fundado em 1999 com a missão de ser um parceiro de excelência para a comunidade científica global. O objetivo do BGI é o de tornar a ciência genómica de ponta altamente acessível, através do seu investimento em infraestruturas que alavancam a melhor tecnologia disponível, economias de escala e recursos informáticos especializados. O BGI, que inclui institutos de investigação em genómica e unidades comerciais de sequenciação, tanto privados como sem fins lucrativos, e as suas afiliadas BGI Americas (sediada em Cambridge, Massachusetts) e BGI Europe (sediada em Copenhaga, Dinamarca), tem estabelecido parcerias e colaborações com instituições científicas de prestígio governamentais e académicas, assim como com empresas farmacêuticas e de biotecnologia globais, apoiando uma diversidade de aplicações a doenças, à agricultura, ao ambiente, e outras.

Contacto: Sandra Tomé Comunicação e Assessoria de Direção Biocant Park
sandra.tome@biocant.pt
Tel: +351 231 410 890

2 comentários:

  1. A finalidade do consórcio não pode ser mais adequada e meritória. Oxalá consigam o que desejam. Gostei mesmo de ler que o IPATIMUP é mundialmente reconhecido

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.