sábado, 21 de setembro de 2013

A ÁGUA MOLHA


Por falar em insanidade, a FCT - Fundação para a  Ciência e Tecnologia, perante os protestos generalizados contra o fim da área da Promoção e Gestão da Ciência e Tecnologia, publicou, tarde e a más horas, esta tentaiva de  esclarecimento na forma de pergunta e resposta:
"A área “Promoção e Administração em Ciência e Tecnologia – PACT” não consta da lista de Domínios Científicos. Como devo proceder se o meu projeto se enquadra nesta área?

A comunicação e a gestão de ciência são áreas interdisciplinares, reunindo saberes e experiências de outras áreas científicas, incluídas neste concurso, nomeadamente: economia, gestão, sociologia, ciência política, ciências da educação, ciências da comunicação e da informação, filosofia, história, design e psicologia. Deve selecionar a área científica, e a sub-área, que melhor se adapta ao seu plano de trabalhos e objetivos de investigação. Conforme referido no Guião de Avaliação, no caso de candidaturas interdisciplinares, “sempre que necessário o coordenador do Painel de Avaliação deverá solicitar a colaboração de um elemento de outro Painel de Avaliação ou de um avaliador externo"
Ora isto é equivalente a dizer que a água molha. Dizer que se trata de áreas interdisciplinares é dizer o óbvio. Obrigado, mas já sabíamos. Mas a consequência lógica é que, por o serem, precisam de um tratamento interdisciplinar, isto é, a constituição à partida de júris interdisciplinares, que possam apreciar essas áreas em igualdade de circunstâncias. A FCT prepara-se para violar o princípio da igualdade, que julgávamos consagrado. Mas pode ser que o "esclarecimento" tenha sido posto por um funcionário zeloso mais desejoso de agradar às chefias, pois não acredito que um gestor de ciência culto e responsável acredite que essa emenda seja melhor do que o soneto. O poema era mau e com o verso acrescentado não se endireitou. Era um mau soneto e agora nem soneto é.

2 comentários:

  1. NOTA:

    DIVULGAÇÃO DA CIÊNCIA NÃO É CIÊNCIA

    E é um absurdo pretender que essa actividade deva ser tratada como ciência (isto sim é insanidade e demagogia).

    Pelo que a FCT, aqui esteve muito bem. Terá estado mal, ou muito mal, em variadíssimos outros assuntos. Mas não aqui.

    Esta actividade pode ser mais correctamente inserida no meio duma variedade de outras áreas tais como: filosofia, história, jornalismo, marketing, publicidade ou eventualmente em teologia (para quem uma visão mais religiosa do assunto).

    cumprimentos

    ResponderEliminar
  2. A ignorância é muito atrevida... e a "correcção" do zeloso funcionário, enquanto o concurso público está a decorrer, pode ser um tiro no pé de proporções gigantescas. Vamos ver como isto acaba...

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.