domingo, 23 de outubro de 2011

O AQUECIMENTO GLOBAL É VERDADEIRO


Ler aqui.

Robert Park comentou, no seu What's New:

"The most comprehensive scientific review of historical temperature records ever carried out seems to remove any lingering doubts.  A group of scientists at the University of  California, Berkeley find that the average global land temperature has risen by about 1C since the mid-1950s.  That’s big. The group has submitted four papers describing their findings to Geophysical Research Letters.  It is unusual to circulate papers prior to peer review, but Richard Muller, author of "Physics for Future Presidents," who heads the project, may have been influenced by the apparent attempts of the energy industry to corrupt the scientific process, such as the hacking." of private climate-files at the University of East Anglia."

7 comentários:

  1. O aquecimento global já era verdadeiro, isto é mais uma confirmação.

    ResponderEliminar
  2. A Terra aqueceu (em média) 1 ºC desde 1950? Estou equivocado ou nem os manipuladores confessos de dados, da Universidade de East Anglia (liderados por Phil Jones), conseguiram chegar a um valor tão conveniente? Já agora, como é que a equipa de Richard Muller conseguiu aceder aos dados originais, se o próprio Jones reconheceu que os destruiu?
    A questão, como bem sabemos, não é saber se a Terra aqueceu (em média) durante umas décadas (porque é óbvio que o fez, por exemplo nos anos 30 do século passado) e arrefeceu noutras (porque é óbvio que o fez, como por exemplo, na “pequena idade do gelo”, no século XIX, ou desde 2003 para cá). A questão é saber se as temperaturas têm subido e descido acompanhando as variações das concentrações atmosféricas de dióxido de carbono, algo que ainda ninguém provou e se essa variação (das concentrações atmosféricas de CO2) acontece devido às emissões humanas (pouco significativas face às emissões naturais) ou se, a variação das temperaturas médias do planeta (dado de relevância física muito discutível, sublinhe-se) é provocada por alterações nas emissões de radiação solar, que afectam a quantidade (e tipo) de nuvens e a humidade do ar. Note-se que o efeito de estufa do dióxido de carbono é praticamente desprezável, quando comparado com o da água.

    ResponderEliminar
  3. Os dados estão disponiveis no site de Berkeley -
    http://berkeleyearth.org/dataset.php -

    quem não gosta dos resultados pode sempre fazer a sua própria análise.

    ResponderEliminar
  4. Sem dúvida que é mesmo assim...O aquecimento global existe assim como o pai natal...

    Ler os textos do fundador da ciência da climatologia Marcel Leroux!!!

    Francisco Trindade

    ResponderEliminar
  5. Este blogue está de facto a tornar-se num monte de balelas globalistas.

    ResponderEliminar
  6. Por que é que o aquecimento provoca tanta celeuma? Preferiam arrefecimento? Ou temperatura constante? Constante parece-me difícil porque a Terra evolui e muda. Depois entre aquecimento e arrefecimento, prefiro o aquecimento porque gosto do calor.
    Alguns acham que o problema reside em o aquecimento ser provocado pela actividade humana? E se fosse provocado pelos dinossauros ou pela actividade de qualquer coisa não humana? Suponho que há milhões de nos a Terra foi uma bola de gelo! Cruzes, canhoto, isso sim aborrecer-me-ia.

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.