segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

O dever de formar com ou contra a sociedade?

Sétima sessão do ciclo O dever de educar, no próximo dia 27 de Janeiro, pelas 18h15, na Livraria Minerva Coimbra.

No presente, aceita-se como verdadeira a ideia de que a educação escolar deve seguir os desígnios da sociedade circundante, os seus anseios e necessidades e acompanhar a sua evolução. Desta maneira, alega-se, preparam-se-ão os mais jovens para essa mesma sociedade. Poderá ter esta ideia discussão?

É convidado Carlos de Sousa Reis, professor do Instituto Politécnico da Guarda, investigador na área da filosofia da educação, que conhece como poucos os valores que norteiam (parte d)a nossa sociedade, uma vez que se tem dedicado à sua identificação e análise. De entre os trabalhos de referência que publicou sobre o assunto, fazemos referência ao seguinte: O Valor (Des)educativo da Publicidade.

Local: Livraria Minerva (Rua de Macau, n.º 52 - Bairro Norton de Matos), em Coimbra

Próxima sessão: 10 de Fevereiro.

As sessões deste ciclo são quinzenais e estão abertas ao público.

2 comentários:

  1. à educação tem falhado porque educamos os jovens para uma sociedade que já não existe quando eles terminam os estudos mínimos obrigatórios.
    A educação e o educar não devem ser passivos, devem estar atentos à evolução ou desevolução, somos educados para aquilo que os educadores conhecem, não para aquilo que possa existir, há que repensar todo um paradigma.

    ResponderEliminar
  2. De modo redutor, diria que o único valor (de valor) presente na sociedade capitalista atual é o cifrão, sendo urgente repensar o paradigma não só da ética/moral, mas do papel de cada um na sociedade/universo e em si/consigo mesmo.

    ResponderEliminar

1) Identifique-se com o seu verdadeiro nome.
2) Seja respeitoso e cordial, ainda que crítico. Argumente e pense com profundidade e seriedade e não como quem "manda bocas".
3) São bem-vindas objecções, correcções factuais, contra-exemplos e discordâncias.